A Praça da Sé é um logradouro público situado na cidade de Salvador, capital do estado brasileiro da Bahia, situada no seu Centro Histórico, surgida na década de 1930.

Localizada ao final da rua Chile, a Praça da Sé é acessada da Cidade Baixa pelo Plano Inclinado Gonçalves – para os pedestres – e pela Ladeira da Misericórdia, a partir da Ladeira da Montanha, por automóveis.

Praça da Sé Salvador

Comunica-se com duas outras praças, limítrofes: a Praça Tomé de Sousa (onde estão a Prefeitura, o Palácio da Aclamação e o Elevador Lacerda) e o Terreiro de Jesus. A praça é terminal rodoviário, e principal via de acesso ao Largo do Pelourinho.

Por vezes, a área da praça é confundida com um bairro na região central, o que seria o mais antigo e mais central da cidade. Seu nome se refere à existência na zona da antiga Sé da Bahia, erguida após 1552 e demolida em 1933.

A história do bairro confunde-se com a história da própria cidade de Salvador, e com a construção da antiga igreja da Sé. No século XVII, a igreja serviu como fortaleza contra os invasores holandeses e, em 1808, sediou o Te Deum em homenagem à chegada do rei D. João VI e da comitiva real a Salvador.

A igreja teve sua condição de Sé perdida para a Igreja do Salvador em 1765, mas sua importância histórica continuou até seus últimos dias.

A praça é originária do processo de demolição de dois quarteirões de prédios antigos que se situavam nas antigas ruas Direita e Rua do Colégio — esta última assim chamada porque levava diretamente ao Colégio e à Igreja dos Jesuítas (atual Catedral Basílica de Salvador), no Terreiro de Jesus.

A antiga Sé Primacial que dá nome à praça foi demolida em 1933, embora o nome tenha permanecido. Sua demolição ocorreu para dar lugar aos trilhos dos bondes da Companhia Linhas Circular de Carris da Bahia. Com isso, a praça passou a abrigar os bondes e o Belvedere da Sé — instalações de lazer, cultura e turismo, com vista para a Baía de Todos os Santos.

Após a inauguração do Terminal da Lapa, em 1982, a praça degradou-se. Dezessete anos depois, com um projeto do arquiteto Assis Reis, a praça ganhou uma nova perspectiva de belvedere, o monumento à demolição da antiga Sé da Bahia — a Cruz Caída, de autoria de Mário Cravo —, o monumento a Tomé de Sousa, a restauração do monumento a D. Pedro Fernandes Sardinha, iluminação cênica e sonorização.

A mesma reforma que trouxe críticas à destruição do patrimônio histórico (demolição da Catedral da Sé), representada pela cruz caída, destruiu o desenho feito em pedras portuguesas que havia no calçamento, substituindo o esse piso por granito.





Além disso, seguiu-se uma escavação arqueológica às fundações da Velha Sé, a qual resultou na criação de quatro sítios arqueológicos, cujo resgate de objetos e ossos vinha sendo conduzido por uma equipe do Museu de Arqueologia e Etnologia da UFBA.

Praça da Sé Salvador Lojas

A Praça da Sé Salvador possui todo o tipo de lojas em torno dela, além das lojas possui também alguns bancos.

Hotel Praça da Sé Salvador

Conheça alguns hotéis na Praça da Sé Salvador.

  • Hotel Casa do Amarelindo
  • Pousada Solar dos Deuses
  • Hotel Villa Bahia
  • Açaí Hostel Salvador
  • Pousada Bahia Pelô
  • Hostel Pelô do Carmo

SENAC Praça da Sé Salvador – BA

Localizado na Praça da Sé Salvador o Senac – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial é uma instituição privada sem fins lucrativos que foi criada com o intuito de proporcionar a formação de menores aprendizes e a qualificação profissional de adultos.

Cartório Praça da Sé Salvador

O Cartório da Sé é o 1º Registro Civil das Pessoas Naturais da Comarca de Salvador, cuja competência ordinária é registrar assentos de nascimentos, casamentos e óbitos, além de ser o único com atribuições especiais elencadas pela Lei 6.015/73 com a competência para efetuar Traslados de Registros de nascimento, casamento e óbito realizados por brasileiros no exterior, bem como registrar interdições e emancipações

Outras informações e site

Mapa de localização

[

Praça da Sé Salvador
Rate this post